CLARICEBORIAN@GMAIL.COM | WHATSAPP +55 11 9136 6976

          Como são bons vasos lenhosos prontos para carburar, é isso que que quer a turba,
mas antes de ser graveto pedia água o ramo esforçado, em busca de rebrotar, todo seu desenho matemático vinha trazido no germe: o passado mais o dia de hoje, somados, dariam no dia de amanhã, era fácil esse cálculo e digno da maior beleza, não fossem as podas equivocas da vizinhança estupida e da companhia de luz.


         Será que a árvore torta saberá se equilibrar? E vai durar tantas safras entres frutos e floradas, até o dia de despencar, como Telmas e Luizes precipitando, em freeze no ceu avisando a lei está sendo mudada: nada se perde, tudo se recria, evoluindo.

Rodolfo Magalhães